Economist destaca crescimento de Dilma sobre Serra em pesquisa

Revista britânica se refere à Dilma como uma administradora eficiente e diz que Lula é figura dominante na campanha

iG São Paulo |

Uma administradora eficiente, um pouco mal humorada, a princípio pouco conhecida do público e que, agora, colhe os frutos da atual gestão brasileira. É assim que a revista britânica Economist se refere, na edição desta semana, à candidata à sucessão presidencial, Dilma Rousseff.

A revista destaca o crescimento de Dilma nas últimas pesquisas de opinião e diz ainda que a popularidade de Lula, assim como seus esforços constantes para fazer da sua ex-chefe da Casa Civil sua sucessora, foi essencial para passar o principal candidato da oposição, José Serra.

Essa ascensão nas pesquisas mostra que o presidente Lula tem conseguido transferir a ‘extraordinária’ popularidade que possui para sua candidata. Se referindo à relação que Lula tem com o povo brasileiro como ‘incomum’, a revista pontua que as conquistas de Lula são sólidas. A recuperação da economia, a diminuição da pobreza e redução do desemprego são bandeiras que a reportagem destaca como soluções sustentáveis do presidente e que ajudarão a eleger sua sucessora. A revista aposta em um crescimento de 8% no PIB brasileiro ainda neste ano.

Sem citar Marina Silva (que já foi pauta de uma reportagem para a revista), a Economist se refere ao principal candidato da oposição, José Serra, como um político experiente, porém pontua que, diante desse cenário, a sua campanha eleitoral fica bem difícil.

Clique aqui para ler a matéria no site da Economist.

    Leia tudo sobre: EconomistDilma Rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG