Dutra: numa eleição disputada, a militância do PT faz a diferença

Presidente do PT admite que o segundo turno será 'muito disputado' e diz que o partido está num 'processo de chamamento'

Agência Estado |

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, disse hoje em Brasília, depois da reunião de coordenação da campanha de Dilma Rousseff (PT), que o segundo turno das eleições será "muito disputado" e, na reunião da qual participou o presidente Lula, foi conversado também sobre a necessidade de mobilização da militância. "Conversamos sobre a necessidade de colocar o bloco na rua. Já estamos fazendo isso. Temos feito reuniões com vereadores, deputados eleitos, prefeitos. Estamos num processo de chamamento. Numa eleição disputada como essa, a militância do PT faz a diferença."

Para Dutra, a "perplexidade" que houve dos envolvidos na campanha, quando ficou definido que haveria segundo turno, "já está superada". Sobre as conversas com a candidata derrotada do PV à Presidência, senadora Marina Silva (AC), Dutra disse que o assessor especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia, se reuniu com lideranças do PV para discutir as propostas do programa de governo. Acrescentou que depois que o PV decidir qual o rumo tomar é que vão procurar apoio dos dirigentes.

Dutra disse ainda que, nos próximos dias, a campanha de Dilma deve se concentrar em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, mas que é possível também que a candidata visite os Estados do Ceará, Pernambuco, Bahia e Amazonas.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições dilmadutra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG