Dutra atribui declarações de Serra a estresse

O presidente do PT disse que as declarações do pré-candidato tucano sobre o suposto dossiê contra ele são resultado de estresse

Agência Estado |

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, disse hoje que as declarações do pré-candidato tucano à Presidência da República, José Serra, que responsabilizou a pré-candidata petista Dilma Rousseff pelo suposto dossiê que seria produzido contra ele, são resultado de estresse. "Posso atribuir a um grau de estresse acima do suportável.Talvez efeito de pesquisite aguda", disse Dutra, que acompanha Dilma em visita a Goiânia (GO).

Dutra disse que Luiz Lanzetta não trabalha na campanha de Dilma e esclareceu que apenas a empresa de Lanzetta foi contratada para fazer a contratação dos que trabalham na campanha da ex-ministra. "Lanzetta não é contratado para a campanha da Dilma". Segundo ele, os jornalistas da campanha de Dilma respondem a Rui Falcão, que é quem coordena a área de comunicação.

"Lamentamos que eles estejam tentando jogar no nosso colo um suposto dossiê", disse. Não há, segundo ele, nenhuma ação no PT no sentido de autorizar qualquer formação de dossiês.

Reportagem publicada pela última edição da revista Veja conta que um grupo dentro da campanha da petista teria ensaiado a produção de um dossiê para atingir José Serra. A reportagem cita Lanzetta, revelando que ele teria mantido contatos com um delegado aposentado da Polícia Federal para contratar seus serviços, o que acabou não acontecendo.

Dilma se encontra nesta tarde com o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), na sede da prefeitura. Antes, ela participou de um almoço com empresários da Federação das Indústrias de Goiás e se comprometeu em fazer a reforma tributária com a redução de vários impostos, desde os que incidem sobre medicamentos aos que incidem sobre energia.

    Leia tudo sobre: dilmajosé eduardo dutraserradossiê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG