Discussões de campanha esquentam no Ceará

Os ataques entre as campanhas dos candidatos a governador Lúcio Alcântara e Cid Gomes começaram antes da propaganda gratuita

Lauriberto Braga, iG Ceará |

Os ataques entre as campanhas dos candidatos a governador Lúcio Alcântara (PR) e Cid Gomes (PSB) começaram antes mesmo do Horario Eleitoral Gratuito, que tem início na próxima terça-feira.

Alcântara pelo twitter (twitter.com/lucioalc) disse que "o governador anuncia benesses de última hora. O nome disso é aflição eleitoral". Pelo mesmo microblog Lúcio bate no deputado federal Ciro Gomes (PSB), irmão e coordenador geral da campanha de Cid: "O faltoso Dep. Ciro Gomes (PSB-Ce? SP?) diz-se desencantado com a Câmara. Decepcionado está o povo cearense com o relapso parlamentar".

O tom da campanha de Lúcio subiu hoje nas últimas postagens quando disse em referência a Ciro: "O primeiro irmão anda por aí pedindo perdão a todo mundo dos desmando do clã. Arrependimento quando sincero é gesto nobre. O q não é o caso."

Ciro começou a rebater Lúcio quando em entrevista ao jornal “O Estado de Fortaleza”, edição da última quarta-feira (12), chamou o candidato do PR de "amorfo". Segundo Ciro, Lúcio "Não tem nada a oferecer. O discurso é velho".

Hoje pela manhã Ciro, no comitê de campanha de Cid, comparou os governos Lúcio e Cid: "O governo passado investiu R$ 2,5 bilhões e o atual R$ 7,5 bilhões. Contra números não há argumento", disse. Logo no começo na disputa, há 40 dias, Ciro afirmou que Lúcio vinha para campanha "cheio de rancor".

Lúcio quando tentou a reeleição para governador em 2006 perdeu para Cid Gomes ainda no primeiro turno. Antes (1991-1994) quando Ciro foi governador, Lúcio era seu vice.

    Leia tudo sobre: Eleições CEtwitterCiro Gomes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG