Discurso triunfalista impera na convenção do PSDB-MG

Ampla coligação de 15 partidos e aposta em vitória no primeiro turno dá o tom dos discursos de Anastasia e Aécio

Bernardino Furtado, iG Minas Gerais |

Em festa para cerca de mil pessoas no plenário da Assembléia Legislativa, o PSDB homologou em convenção neste domingo (27) as candidaturas de Antonio Anastásia a governador (reeleição) e Aécio Neves ao Senado. Último a falar no evento, Aécio disse que a chapa representa a ‘continuidade do avanço’ e que a oposição é o ‘retrocesso’, a ‘tentativa de negação’ do que foi feito por ele, em dois mandatos.

O ex-governador também caprichou no discurso regionalista, dizendo que a principal chapa adversária é fruto de imposições partidárias nacionais, ao passo que a aliança que dá sustentação a Anastásia foi construída em Minas Gerais, numa referência ao fato de a candidatura a governador do peemedebista Hélio Costa ter sido decidida pelas cúpulas nacionais do PMDB e do PT, contra a vontade do PT mineiro.

A condição de principal estrela da convenção assumida por Aécio foi expressa também na fala do locutor do evento, que anunciou o discurso do ex-governador com o bordão “Aécio, a liderança que o Brasil inteiro aplaude.” Anastásia, que discursou logo antes, não economizou no reconhecimento a Aécio. “Tive a honra de suceder um gigante, quero continuar seguindo os seus passos”, disse.

O ex-presidente Itamar Franco (PPS), segundo candidato ao Senado da chapa, foi bastante afagado nos discursos de Aécio e de Anastásia. Itamar também adotou um discurso regionalista, ao dizer, sem dar nomes, que ‘Minas não pode ser reduzida a uma mera moeda de troca em nome de interesses partidários nacionais”.

O ex-presidente e o próprio Aécio foram cogitados para assumir a vaga de vice de José Serra. Depois que a opção Itamar não vingou, Itamar procurou se desvincular da campanha presidencial e criticou a estratégia eleitoral de Serra, especialmente, os elogios que o ex-governador de São Paulo fez a aspectos do governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

    Leia tudo sobre: PSDBAécio NevesAntonio AnastasiaMinasEleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG