Diretório estadual do PSDB foi o maior doador de Anastasia

Governador reeleito de Minas Gerais arrecadou mais de R$ 38 milhões em sua campanha

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

O governador reeleito de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), arrecadou mais de R$ 38 milhões em sua campanha, de acordo com a prestação de contas entregue ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) nesta segunda-feira (01). A maior parte dos recursos da campanha do governador, cerca de R$ 18 milhões, está registrada como doação do diretório estadual do partido. No entanto, destacam-se no documento as construtoras e as companhias ligadas a siderurgia e mineração.

Entre as doações de empresas privadas, a maior vem da Companhia Metalúrgica Prada – fábrica de embalagens paulista comprada em 2006 pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) –, que doou R$ 1 milhão para a campanha. Também entre os grandes doadores, estão a Usiminas (R$ 500 mil) e a Votorantim (R$ 400 mil). No setor financeiro, a maior doação veio do Itau-Unibanco, que contribuiu com R$ 700 mil para a campanha de Anastasia. O BMG foi o segundo, com R$ 500 mil.

Entre os financiadores da campanha estão algumas construtoras, como a Camargo Corrêa e a Mendes Junior. Cada uma doou R$ 600 mil. A Santa Bárbara entrou com R$ 473 mil. A OAS contribuiu com R$ 300 mil. A Andrade Gutierrez colaborou com R$ 1,5 mil.

O senador eleito Aécio Neves (PSDB), teve receita de R$ 11,9 milhões e despesa equivalentes. Itamar Franco (PPS), também eleito ao Senado, teve receitas e despesas no valor de R$ 11,5 milhões cada. Entre os doadores dos senadores está a Camargo Corrêa: R$ 200 mil cada. No Brasil inteiro, a construtora gastou R$ 24 milhões com doações de campanha.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG