Dilma Rousseff promete autonomia operacional para BC

A pré-candidata afirmou hoje que é "fundamental" manter a autonomia para garantir a estabilidade macroeconômica do País

Reuters |

AFP
Dilma participa de evento em Nova York
NOVA YORK (Reuters) - A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou nesta sexta-feira que é "fundamental" manter a autonomia operacional do Banco Central para garantir a estabilidade macroeconômica no país.

Ao responder a perguntas de investidores em Nova York, ela disse, no entanto, que um projeto dando independência formal ao BC enfrentaria oposição dos partidos políticos.

Dilma também afirmou que defende uma redução da meta de inflação de forma gradual nos próximos anos.

"A redução tem que ser gradual", disse, na primeira viagem ao exterior como candidata. Neste ano e em 2011, o centro da meta de inflação é de 4,5 por cento.

Dilma participou da abertura do encontro "A Eleição Presidencial Brasileira em 2010" junto a investidores.

(Por Walter Brandimarte)

    Leia tudo sobre: dilmabanco centralinflação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG