Dilma reclama de gestão na área de saúde

Pré-candidata petista defendeu ainda aumento de verbas para o setor, mas negou que isso signifique elevar impostos

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

A ex-ministra da Casa Civil Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à presidência, defendeu melhorias na gestão da área da Saúde feita pelo governo Lula. Dilma defendia o aumento de verbas para a área quando foi questionada se isso representaria aumento de impostos. “Não. É na gestão. É importantíssimo melhorar a gestão na área da saúde”, disse a ex-ministra.

Dilma defendeu o aumento de verbas para a área como única saída para melhorar as políticas de saúde do governo. Segundo ela, deva haver um remanejamento de verbas. “Acho que é mais dinheiro para a saúde. Não existe milagre que se faça sem mais dinheiro para a saúde. Vai ter que haver um remanejamento de recursos”, disse ela.

A pré-candidata não disse de onde vai tirar o dinheiro. Na semana passada, em entrevista à rádio CBN, Dilma chegou a defender a extinta CPMF, dizendo que não viu efeito algum no bolso dos contribuintes com o fim do imposto.

A petista prometeu construir Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) com atendimento 24 horas por dia e policlínicas para exames específicos em diversas especialidades. Segundo ela, isso vai preencher as lacunas do Sistema Único de Saúde (SUS).

Embora tenha criticado a gestão, Dilma disse que o sistema de saúde pública do Brasil é mais democrático que o dos EUA. “Quando a gente olha para os EUA, que não têm cobertura para todo mundo, o nosso sistema até que é mais democrático”, disse ela.

    Leia tudo sobre: Dilma Rousseffsaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG