Dilma prevê que Serra sairá 'menor' da eleição

Declaração acontece após série de ataques à chapa petista feitos pelos adversários tucanos

Andréia Sadi, enviada a Pernambuco |

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, tentou demonstrar cautela em relação ao resultado da pesquisa Vox Populi desta sexta-feira, em que aparece oito pontos à frente de José Serra (PSDB) . Após discursar ao lado do presidente Lula, em Garanhuns (PE) , Dilma preferiu centrar fogo no adversário tucano, que nos últimos dias elevou o tom das críticas em relação à chapa petista.

“Acho que meu adversário está tendo atitudes de perder o respeito à sua própria trajetória. Acho que não pode uma pessoa entrar na eleição de um jeito e sair menor”, disse, ao comentar os ataques feitos pelo tucano em relação à escolha do vice de Dilma, Michel Temer (PMDB) , e as recentes ilações sobre uma possível ligação do PT com as Farc .

“Não vou baixar o nível da campanha. Ele [Serra] usa de mecanismos de acusações. Esse tipo de fala substitui o debate de idéias”, afirmou.

Sobre Indio da Costa (DEM) , candidato a vice-presidente na chapa tucana e autor de declarações polêmicas contra o PT desde a semana passada, Dilma afirmou apenas não ter interesse em “falar desse senhor”.

Ao comentar a pesquisa que a coloca oito pontos à frente de José Serra (41% a 33%), ela afirmou apenas que “este não é o momento para subir no salto alto”. “Muitas águas ainda vão rolar [na campanha]”, disse.

    Leia tudo sobre: dilmaserralulagaranhunseleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG