Dilma perde um minuto de TV em Santa Catarina

TSE entendeu que críticas a Serra feitas no horário eleitoral dos candidatos a deputado Federal de SC foram irregulares

Severino Motta, iG Brasília |

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) puniu a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, com a perda de um minuto de seu horário eleitoral exibido em Santa Catarina. Os ministros entenderam que críticas feitas ao presidenciável José Serra (PSDB) na propaganda dos candidatos a deputado federal daquele Estado foram irregulares.

A ação que resultou na pena foi movida pelo PSDB. Os tucanos alegaram que os candidatos a deputado federal que apóiam Dilma, ao criticarem Serra, estariam, mesmo que de forma dissimulada, fazendo campanha para a petista.

Como a propaganda negativa foi veiculada somente em Santa Catarina, os ministros do TSE entenderam que Dilma só deve sofrer punição naquele Estado. O minuto retirado da petista pode ser descontado em quatro inserções de 15 segundos que são apresentadas ao longo do dia na televisão.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições dilmatvtsepropaganda eleitoral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG