Dilma nega que tenha evitado confronto com Serra

Petista concedeu entrevista logo após o debate realizado pela TV Globo na noite de quinta-feira

Ricardo Galhardo, iG enviado ao Rio de Janeiro |

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, negou que o fato de não ter feito perguntas ao tucano José Serra no debate da TV Globo tenha sido uma estratégia previamente elaborada. Segundo ela, as regras do debate, que impediam mais de uma pergunta para cada candidato na mesma rodada, a forçaram a escolher outros adversários.

Quando teve a oportunidade de abrir a rodada e escolher qualquer dos três oponentes, ela preferiu perguntar para Plínio de Arruda Sampaio (PSOL). “No início eu escolhi outro candidato e depois não tive mais oportunidade”, justificou Dilma.

A candidata elogiou o clima propositivo do debate e chegou a agradecer todos os adversários, começando por Serra, pelo alto nível das intervenções. De acordo com ela, cada um dos debates teve um peso diferente mas o desta quinta-feira, por ser o último antes da eleição, foi especial. “Foi muito emocionante por ser o último”, disse.

Depois do encerramento, porém, tanto os apoiadores de Dilma quando os de Serra admitiram que a falta de confronto entre os dois principais candidatos esfriou o debate. Para um integrante da equipe tucana avaliou que o resultado foi “zero a zero”.

Para o deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), coordenador da campanha de Dilma, o resultado foi positivo. “Foi espetacular”, comemorou. Cardozo também negou que a campanha tenha orientado Dilma a evitar o confronto com Serra.

Na plateia, os únicos momentos de empolgação foram o início, quando William Bonner pediu aplausos para os candidatos e quando Dilma se atrapalhou ao falar das doações de campanha. Nos dois casos quem fez mais barulho foi a claque de Plínio.

    Leia tudo sobre: eleições dilmapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG