Dilma não esconde satisfação com resultado de pesquisa

A candidata à presidência reafirmou neste sábado que não pegou em armas durante a ditadura militar

Adriano Ceolin, iG Brasília |

nullA candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), não quis comemorar o resultado da pesquisa Datafolha em que aparece oito pontos percentuais na frente de José Serra (PSDB). A petista, no entanto, reconheceu que a campanha está no rumo certo.

“Seria quase um desrespeito da minha parte comentar a pesquisa e falar isso é excelente, isso é excepcional, porque pesquisa é, nada mais nada menos, uma avaliação estatística que faz um retrato da conjuntura. Eu acho que mostra essa tendência, mostra que a gente está indo bem na campanha mas não dá nenhum outro indicador”, afirmou.

Questionada sobre a possibilidade de vencer a eleição no primeiro turno, Dilma reconheceu que algumas pessoas acreditam que é possível a vitória antecipada: “Acho que é possível fazer várias leituras. Mas prefiro não tratar dessa questão através de uma análise de pesquisa. Acho que para ganhar a eleição não é isso que importa, o que mais importa é conseguir comunicar o nosso programa.”

nullA ex-ministra da Casa Civil deu as declarações após mostrar o estúdio com o cenário onde serão gravados os programas eleitorais da sua campanha. A candidata do PT passou a adotar uma estratégia de superexposição para tentar vencer no primeiro turno.

Luta Armada

Durante a entrevista, Dilma Rousseff reafirmou que não pegou em armas durante a sua participação em ações contra o regime militar na década de 70. Na sua edição deste fim de semana, a revista Época faz reportagem sobre as ações de Dilma em organizações de esquerda que adotaram a guerrilha armada.

"Eu não participei de luta armada. Sequer fui julgada por isso. Nem condenada. Porque havia pessoas que participavam de ações e pessoas que não participavam. Eu não participei de ação armada", concluiu a ex-ministra da Casa Civil.

    Leia tudo sobre: Eleições Dilmapesquisadatafolhaditadura militar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG