Dilma elogia programa de Marina e desconversa sobre divergências

Em busca dos votos do PV, petista esquiva-se ao ser questionada sobre atritos com a ex-ministra: 'É melhor perguntar à Marina'

Andréia Sadi, iG Brasília |

Em meio ao esforço de aproximação com a senadora Marina Silva (PV) em busca de apoio no segundo turno, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff , teceu elogios nesta quinta-feira à atuação da ex-ministra do Meio Ambiente na questão sobre os fundamentos do Programa Amazônia Sustentável. Segundo Dilma, foi Marina quem estabeleceu os fundamentos que chamou de “vitoriosos” no processo de redução do desmatamento da Amazônia.

Agência Estado
Dilma recebe apoio de integrantes do PP
A petista, entretanto, esquivou-se ao ser questionada sobre as divergências que tinha com Marina na época em que ambas integravam o ministério do presidente Luiz Inácio Lula da Silva . “Bom, em relação às questões das divergências, acho melhor perguntar à Marina”, disse Dilma, ao se reunir hoje com representantes do PP, em Brasília.

A candidata petista procurou negar problemas com a ex-colega no que se refere às políticas para a Amazônia. “Eu não conheço, a não ser que tenha sido com outros setores do governo que não eu”, concluiu

Em 2008, Marina optou por deixar o posto de ministra do Meio Ambiente em meio a pressões para que agilizasse o licenciamento ambiental de projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), gerenciado na época por Dilma, então ministra da Casa Civil.

Meses depois, Marina deixou o partido e se filiou ao PV. Lançada candidata presidencial em 2010, Marina não chegou ao segundo turno, mas seus 20 % de votos são disputados tanto por Dilma como por José Serra (PSDB) na eleição pelo Planalto.

Debate e pesquisa

Durante entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira, Dilma confirmou que irá ao debate da RedeTV, no próximo domingo, com a expectativa de “esclarecer” a população. Sobre se repetirá a postura considerada mais agressiva no primeiro debate do segundo turno, Dilma voltou a dizer que se sentiu assertiva. “Como são só duas pessoas, o debate é mais ágil e mais rápido”, afirmou.

Dilma não comentou a pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta manhã, na qual aparece com 46,8%, enquanto Serra aparece com 42,7%.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG