Dilma e Serra escolhem o Sul para a largada oficial na campanha

Petista estará em Porto Alegre, junto com Tarso Genro; tucano vai a Curitiba, para encontro com Beto Richa

Adriano Ceolin, iG Brasília, e Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

Mergulhados há meses em um giro pelo Brasil, os presidenciáveis José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) escolheram o Sul do País para a largada oficial da corrida eleitoral deste ano. Na terça-feira, dia 6, data a partir da qual a propaganda em busca de votos fica autorizada por lei, Dilma tem presença confirmada em Porto Alegre (RS), cidade que a projetou para a política. Serra, por sua vez, estará em Curitiba (PR).

A agenda da candidata petista prevê uma caminhada pela tradicional Rua da Praia, a mais antiga do centro histórico de Porto Alegre. Dilma será acompanhada pelo candidato do PT ao governo gaúcho, Tarso Genro. Além de voltar ao seu berço político, Dilma mira a região em que tem o pior desempenho nas pesquisas eleitorais. Segundo o Ibope deste sábado, Dilma tem 37% das intenções de voto no Sul contra 45% de José Serra (PSDB). Em nível nacional Serra e Dilma estão empatados com 39%.

Já o candidato tucano vai encontrar-se mais uma vez com o candidato do partido ao governo do Paraná, Beto Richa. Assim como Dilma, Serra optou por uma caminhada. A largada ocorre na Rua XV, no centro da cidade, e segue pela praça Santos Andrade até a Boca Maldita, a partir do meio-dia. Após o lançamento da campanha, Serra vai visitar projetos sociais na região. Além disso, a visita ao Paraná deverá servir para discutir as diretrizes do programa de governo do tucano.

A visita de Serra ao Sul ocorre apenas alguns dias após o desgaste provocado pelo processo de escolha do vice na chapa presidencial tucana. Na semana passada, o senador paranaense Alvaro Dias (PSDB) foi removido do posto diante da resistência do DEM ao seu nome, para ser substituído pelo deputado Indio da Costa (DEM).

A viagem dos dois presidenciáveis ao Sul tira do foco a capital paulista, onde Dilma planejava estrear a campanha oficial. A ideia era realizar uma caminhada no centro da cidade, que acabou sendo transferida para amanhã.

Nascida em Minas Gerais, Dilma construiu sua carreira na administração pública em Porto Alegre, para onde se mudou em 1972 depois de passar quase três anos presa devido à militância em organizações de esquerda durante a ditadura militar. A filha e a neta da candidata petista vivem na capital gaúcha.

Até a semana passada, Dilma não tinha palanque no Paraná. O quadro mudou em parte por causa das negociações ocorridas na última semana dentro do PSDB. Diante da resistência do DEM ao nome de seu irmão Alvaro para compor a vice de Serra, o senador Osmar Dias (PDT) pôs fim a semanas de intensa negociação e aceitou disputar o governo paranaense em aliança com o PT. Ele aparece em segundo nas pesquisas, atrás de Beto Richa.

    Leia tudo sobre: agendacampanhasão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG