Dilma e Serra disputam dois milhões de votos no Amazonas

Eleição no Estado terá resultado divulgada às 19h. Haverá lei seca e transporte gratuito em Manaus

Menezes y Morais, iG Brasília, e Eduardo Asfora, iG Amazonas |

Cerca de dois milhões de eleitores vão às urnas neste domingo (31) no estado do Amazonas para eleger o futuro presidente da República. Os eleitores residentes em Manaus, capital, terão inclusive transporte público gratuito para irem às urnas escolherem seus candidatos. No Estado, haverá lei seca de zero hora de sábado a meia-noite de domingo.

Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) disputam os dois milhões de votos dos amazonenses com promessas de campanha feitas ainda no primeiro turno, quando visitaram o Estado. Neste segundo turno nenhum dos dois candidatos visitou o Estado, que tem problemas gravíssimos de fornecimento de energia elétrica, reconhece o governo do Estado.

Bandeiras de campanha

Dilma e Serra sabem disso. Além da promessa de resolverem o problema, junto ao governo do Estado, emitem outros acenos. A prorrogação da Zona Franca de Manaus por um prazo de cem anos e o apoio incondicional à realização da Copa do Mundo de 2014 são bandeiras mútuas dos dois candidatos.

O governador eleito Amazonas Omar Aziz (PMN) e os dois senadores eleitos – Eduardo Braga (PMDB) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) – são três apoiadores de Dilma no Estado. "Estamos com Dilma. Isso representa o melhor para o Brasil e ao Amazonas," assegura Aziz.

“Nós acreditamos que podemos chegar à vitória. As pesquisas no primeiro turno já não relataram a verdade e não representaram a vontade do povo. O brasileiro quer uma mudança, o amazonense também,” diz Mário Barros, presidente regional do PSDB.

Voto cidadão

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargadora Maria das Graças Pessoa Figueiredo, defende o voto cidadão do amazonense. E adverte aos supostos infratores da legislação eleitoral. ”Qualquer propaganda eleitoral proibida como para um carro adesivado em frente a uma seção eleitoral, ir às urnas com camisas e ingerir bebida alcoólica será punido.”

As eleições no Amazonas terão os seus resultados conhecidos uma hora depois, às 19h, assegura a desembargadora. Ela diz ainda que o TRE, mesmo com uma equipe reduzida de fiscais, intensificará o trabalho por uma campanha eleitoral lícita neste domingo. A fiscalização será da lisura eleitoral será feita pelas Polícias Federal (PF), Militar (PM) e Civil (PC), além de representantes do poder municipal.

Também trabalharão na fiscalização eleitoral agentes do Departamento Nacional de Trânsito (DETRAN) e da Superintendência Municipal de Trânsito (SMTU). Em Manaus, a PM executará um esquema de segurança em três zonas mais afastadas da cidade, onde os policias vai ficar até as 20h (horário de Manaus) do dia 31.

Após o término da votação, às 18h (horário oficial de Brasília), os PMs acompanharão o translado das urnas nas zonas eleitorais do interior até a sede do TRE em Manaus, onde será feita a soma geral da contagem dos votos.

    Leia tudo sobre: eleições amtre amdilma eleiçõesserra eleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG