Dilma diz que vetaria reajuste de 7,7% a aposentado

Ex-ministra afirmou em entrevista que o presidente deve vetar o aumento e, se tivesse nessa condição, teria a mesma atitude

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

A pré-candidata à presidência pelo PT, Dilma Rousseff, afirmou nesta quarta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve vetar o reajuste de 7,7% aprovado no Congresso para aposentados e pensionistas que recebem mais de um salário mínimo e, se tivesse no lugar dele, tomaria a mesma decisão.

AE
Dilma concede entrevista à rádio Tupi AM em São Paulo
"O mínimo que os aposentados vão ganhar é 6,14% [índice proposto pelo governo]. Isso é o mínimo. Isso eles já ganharam. A grande questão é saber se tem dinheiro para dar mais. Acho que o presidente vai negar isso. Se eu tivesse nessa condição, eu teria de olhar a mesma coisa", afirmou em entrevista à rádio Tupi.

Na última segunda-feira, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, afirmou que o presidente "se mostrou preocupado porque quer manter as contas equilibradas (...) por conta disso, ele ficou propenso a vetar". Segundo o ministro, seria importante dar um sinal claro de compromisso fiscal. "O que nós assumimos é o compromisso é dar 6,14%"

Agenda

Dilma participa de uma série de entrevistas nesta quarta-feira. Ainda pela manhã, ela concede entrevista para a rádio Record e, no fim da tarde, ao SBT.

Leia também: Dilma intensifica agenda no Sul e Sudeste

    Leia tudo sobre: aposentadosreajuste

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG