Congresso deve começar a votar a proposta inicial, que aumenta para R$ 538 o atual salário

Depois de voltar da viagem à Coreia do Sul, a presidenta eleita, Dilma Rousseff , deve iniciar as conversas com integrantes das centrais sindicais sobre o reajuste do salário mínimo. Na terça-feira (16), o Congresso deve começar a votar a proposta inicial, que aumenta para R$ 538 o atual salário (R$ 510), mas a expectativa das centrais é que, em 2011, haja uma antecipação do índice previsto para 2012.

“Os R$ 538 estão na peça orçamentária. O presidente Lula e a presidenta eleita devem analisar na volta de Seul [capital sul-coreana]”, disse o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, ao participar do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços.

“As centrais estão propondo antecipação do reajuste de 2012 para dar um reajuste um pouco maior. A previsão de [crescimento] da economia para este ano é de 8% esse ano, mais 4,5% de inflação. O reajuste em 2012 seria em torno de 12%”, completou.

Padilha voltou a afirmar que a aprovação do Orçamento ainda este ano é a prioridade do governo. “O calendário inicialmente está mantido. Não vamos permitir que nos últimos meses do governo Lula haja descontrole em relação aos gastos do Orçamento.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.