Dilma defende status de ministro a presidente do BC

A pré-candidata do PT disse que, se eleita, manterá o status de ministro ao presidente do banco, iniciativa do atual governo

Silvana Mautone, especial para o iG, de Nova York |

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, disse que, se eleita, manterá o status de ministro ao presidente do Banco Central, iniciativa tomada pelo atual governo. Segundo ela, já que uma lei formalizando a independência do BC dificilmente teria apoio dos partidos, o estatus de ministro aliado à garantia de independência operacional ao BC é fundamental para o sucesso de uma política econômica.

Em clara crítica ao seu principal adversário, o pré-candidato do PSDB, José Serra, Dilma disse que concorda que o BC não é a "Santa Sé", mas que a instituição é quem melhor tem conhecimento sobre o mercado para tomar qualquer decisão referente a juros. Na semana passada, Serra disse que o BC não é nenhuma "Santa Sé" e que deve ser criticado quando cometer erros. Na sua opinião, o BC falhou por não ter baixado mais a taxa de juros no passado, quando o cenário econômico internacional estava mais favorável. Na ocasião, Serra disse que, se eleito presidente, manifestará aos integrantes do BC sua posição caso discorde das medidas tomadas pelo órgão.

Dilma, que participou nesta sexta-feira de encontro com investidores em Nova York, promovido pela BM&F Bovespa, defendeu mais uma vez a atuação do BC. Ela qualificou como "absolutamente virtuosa" a decisão da instiuição de elevar a taxa de juros em 0,75 ponto percentual na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), no mês passado, para controlar a inflação, que está acima da meta de 4,5% ao ano estipulada pela equipe econômica do governo. "A autonomia operacional do BC permitiu que durane um ano eleitoral houvesse aumento dos juros." Ao defender a independência do BC, a ex-ministra foi aplaudida pela platéia composta de investidores.

    Leia tudo sobre: dilmabanco centralserrameirelles

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG