Dilma cancela visita ao Amazonas

Candidatos não virão ao estado neste segundo turno. Dia 31, Dilma teve 64% e Serra 8% dos votos válidos

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

Os dois candidatos à Presidência da República, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) não virão ao Amazonas (AM) neste segundo turno. Os dois preferiram concentrar as atenções na Região Sudeste, a qual representa 43,39% do colégio eleitoral nacional. A petista, inclusive, iria vir hoje a Manaus, mas cancelou devido a atividades de campanha.

No primeiro turno, Dilma recebeu mais de 64 % dos votos, um percentual menor a obtida por Lula em 2006, quando ele conseguiu 89% dos votos. De acordo com o vereador e deputado estadual eleito, José Ricardo Wendling, a não presença de Dilma no Amazonas não vai interferir na eleição deste domingo (31).

“O amazonense sabe da importância da continuidade dos projetos do governo Lula. Por isso, nós do PT e aliados estamos empenhados em reforçar o apoio a ela (Dilma) nestes últimos dias de campanha”, disse José Ricardo.

A opinião é compartilhada pelo deputado federal Francisco Praciano (PT) e por sindicalistas. O PT-AM acredita ainda um uma votação superior a do primeiro turno e na importância do Amazonas para as eleições de domingo.

José Serra

Os coordenadores da campanha de José Serra (PSDB) em Manaus esperam um crescimento do tucano neste segundo turno, uma vez que no primeiro teve apenas 8%, dos votos válidos, ficando em terceiro lugar atrás de Marina Silva (PV). Uma pesquisa interna do partido aponta para um aumento de votos de Serra no Amazonas, ele teria mais um terço dos votos.

“Nacionalmente também fizemos várias análises, as quais indicam uma vitória de Serra. Vamos aguardar,” afirmou o senador Arthur Virgilio Neto (PSDB). O presidente do partido no Estado, Mário Barros, reiterou o compromisso de Serra com o Amazonas. “Ele vai prorrogar a Zona Franca por mais cem anos. Vamos rumo a uma mudança,” disse.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG