Dilma arrecada R$ 44 mil de doações online

Problemas técnicos comprometeram a arrecadação nos primeiros 10 dias; tesoureiro admite frustração

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

A campanha da candidata petista Dilma Rousseff prepara uma ofensiva de marketing para turbinar as doações eleitorais online. Desde que o sistema entrou no ar, há 10 dias, com direito a doação da primeira-dama Marisa Letícia, surgiram vários problemas técnicos que levaram a uma arrecadação pífia, apenas R$ 44 mil.

“O sistema começou a funcionar 100% só na última segunda-feira. Isso levou a uma certa frustração nossa. Espero que melhore”, disse o tesoureiro da campanha, José de Filippi.

Nos dois primeiros dias, impulsionado pela propaganda, o sistema online recebeu 250 doações, mas depois as contribuições caíram. Foram 500 desde o dia 9 de agosto.

Na semana que vem, a campanha de Dilma vai enviar uma carta de Filippi pedindo doações online para cerca de 1 milhão de e-mails cadastrados no site da candidata.

Além disso, o PT quer mobilizar sindicatos e candidatos aliados. Os candidatos a governador teriam uma meta de 200 doadores cada. “Tudo é novo nessa área. Tanto que os tucanos desistiram”, justificou Filippi.

    Leia tudo sobre: Eleições Dilmapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG