Programa do candidato do PT ao governo de São Paulo continua explorando depoimentos de Lula e inova com depoimento de Dilma

O programa eleitoral dos candidatos ao governo do Estado de São Paulo exibido hoje no horário vespertino contou com a participação de Dilma Rousseff, candidata do PT à Presidência, apoiando dois candidatos: Paulo Skaf (PSB) e Aloizio Mercadante (PT).

Skaf já havia utilizado imagens e declaração de Dilma a favor de sua candidatura em recente visita a uma escola do Senai. A peça foi reprisada hoje. E Aloizio Mercadante incluiu depoimento gravado em estúdio de Dilma dizendo que o candidato do PT ao governo  de São Paulo também sabe que desenvolvimento social e econômico precisam andar juntos, assim como tem sido feito pelo governo Lula.

Mercadante continua defendendo o fim da progressão automática praticada em São Paulo nas escolas do ensino fundamental, substituindo-as por aulas de reforço para as crianças que não estão indo bem nos estudos. O candidato propõe também a criação de um Batalhão de Proteção Escolar para combater as drogas e violência nas escolas.

Geraldo Alckmin, do PSDB, apostou nas realizações do seu partido em 16 anos de governo de São Paulo para apresentar em seu programa eleitoral. Assim, o candidato tucano destacou a importância de obras de infra-estrutura, tais como o Rodoanel, modernização de 8.000 km de vicinais, duplicação das pistas da Marginal do Tietê e construção de 3 linhas do metrô (Amarela, Verde e Lilás).

Na sequência, um jovem ator aparece falando das 32 AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) construídas em todo o Estado pelo partido tucano. E o depoimento de um aposentado que se beneficia do projeto Bom Prato de alimentação popular também foi exibido, com forte tom emocional.

Fabio Feldmann, do PV, destacou as doenças do século 21 como um dos focos de sua gestão na área de saúde. Obesidade, anorexia e depressão, segundo ele, devem ser combatidas através do investimento na saúde pública.

Senadores
Aloysio Nunes, do PSDB, apareceu defendendo o repasse de impostos arrecadados por São Paulo para o Estado. Segundo sua apresentação, São Paulo contribui com 270 milhões de reais em impostos federais arrecadados por dia.

Orestes Quércia (PMDB) continua investindo em projetos para o interior como foco de sua campanha; Romeu Tuma (PTB) reprisou programa em que defende o uso de cabos das empresas de telefonia para instalar câmeras de segurança no Estado; Marta Suplicy (PT) reprisou programa em que o Presidente Lula pede votos para ela; o candidato do PSB ao senado ( partido de Paulo Skaf), Alexandre Serpa, apareceu pela primeira vez pedindo votos para sua candidatura; e Netinho de Paula (PCdoB) defendeu a transformação das escolas comuns em escolas profissionalizantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.