Dilma afirma que só mudança de valores pode acabar com corrupção

Candidata do PT à Presidência diz que é preciso mudar no Brasil a cultura de 'levar vantagem em tudo'

Ricardo Galhardo, enviado a Aparecida |

Questionada sobre os novos dados da pesquisa Datafolha, segundo os quais as denúncias de corrupção na Casa Civil tiveram mais influência sobre o eleitorado que as questões religiosas, a candidata do PT à Presidência,

Dilma Rousseff

, disse que só uma mudança de valores na sociedade brasileira pode acabar com a corrupção. “O Brasil tem que se voltar para uma discussão de valores. Não vamos construir um país desenvolvido achando que é só crescer o PIB (Produto Interno Bruto) e melhorar a vida objetiva das pessoas”, disse ela.

Segundo Dilma, o desenvolvimento do Brasil também passa pela reformulação dos valores morais. “Não adianta só dar uma casa e achar que está bom. O Brasil precisa também de uma melhoria nos valores éticos e morais e necessita que, para transformar-se em uma sociedade desenvolvida, que a gente valorize a relação de nação, seus valores culturais e éticos”, afirmou.

Dilma citou uma propaganda de cigarros dos aos 70 para exemplificar seu argumento. “Houve uma época sintetizada naquela frase ‘eu gosto de levar vantagem em tudo’ numa relação mercantilista entre as pessoas”. A candidata não comentou especificamente as denúncias contra sua ex-braçco-direito Erenice Guerra mas prometeu intensificar o combate à corrupção e defendeu a reforma política.

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições dilmapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG