Reeleito, David Almeida é ameaçado de morte, vítima de extorsão e teve a casa assaltada em Manaus

O deputado estadual reeleito Davi Almeida (PMN-AM) vai receber a partir desta quarta (20) escolta pessoal da Casa Militar, durante 24 horas por dia. Ele foi ameaçado de morte e vítima de extorsão, segundo informou o presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Amazonas, Ricardo Nicolau (PRP).

De acordo com Nicolau, o parlamentar vai ter uma segurança intensificada desde a saída da residência dele até a Assembleia. “Entramos em contato com as secretarias de Segurança Pública e de Inteligência para que possam fazer o processo investigativo, iniciando, de imediato, o rastreamento das ligações,” acrescentou.

Ainda de acordo com o presidente da Assembleia, a segurança ao deputado Almeida será feita até mesmo inclusive na Assembleia. Ele acrescentou que não haverá medição de esforços “para checar a origem delas (ameaças e tentativas de extorsão) com todos os meios legais para que isso possa ser elucidado.”

Por telefone

Essas medidas foram tomadas depois do assessor do deputado David Almeida, Eric Miranda, recebeu novas ameaças de morte por telefone. “Eu sinceramente não sei até onde isso vai. Estou sendo ameaçados por pessoas, tenho nomes para dar,” disse, nervoso, Davi Almeida.

O parlamentar teve a casa assaltada no último dia 8, quando os assaltantes invadiram a casa dele, na Zona Sul de Manaus, e levaram dois notebooks, dois aparelhos celulares, duas máquinas fotográficas e cerca de R$ 2 mil.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.