Deputado pede cargo por infidelidade partidária

Tribunal de Justiça de Rondônia decide que a vaga do PCdoB ocupada por David Erse pertence ao PSB

Nayanne Santana, iG Acre e Rondônia |

O Pleno do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ) decidiu nesta segunda-feira (6) por unanimidade, que o cargo de deputado estadual ocupado por David de Menezes Erse (PC do B) pertence ao PSB e que, portanto, a Assembleia Legislativa de Rondônia tem o prazo de 24 horas para reintegrar à vaga a legenda.

O deputado estadual David Erse era filiado ao PSB e já havia perdido um mandato de vereador por infidelidade partidária. Ele assumiu a vaga na Assembleia Legislativa de Rondônia depois que o ex-deputado Wilber Coimbra deixou o Legislativo para assumir uma vaga no Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE).

Com a decisão do TJ, que confirmou que o mandato pertence à legenda, o PSB deve indicar um suplente para ser empossado e assumir o mandato. De acordo com dados do Tribunal Regional de Rondônia (TRE) os suplentes do PSB são Alexa Mendonça Alves, vereador de Ariquemes e o ex-deputado Daniel Pereira.

    Leia tudo sobre: eleições roinfidelidade partidáriatj ropcdob ro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG