Deputado estadual eleito pode ser cassado

Sidney Leite, do Amazonas, que fretou avião para transportar eleitores, pode perder o mandato

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) informou que dentro de 40 dias decidirá sobre o futuro do deputado estadual eleito Sidney Leite (DEM). Ele foi preso na noite de ontem de sábado (3) pela Polícia Federal (PF) no aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus.

Leite é acusado de transporte irregular de eleitores num avião fretado. Segundo o TRE ele poderá perder o mandato. De acordo com a PF, se confirmada as denúncias, Leite poderá ser o primeiro parlamentar a perder o mandato por transportar eleitores em avião. Leite é ex-prefeito do município de Maués (a 260 km Manaus).

Leite foi um dos deputados estaduais mais votados nas eleições de domingo (3). Também no sábado (2), a PF prendeu em Maués a sobrinha de Sidney Leite, Carla Leite, acusada de vender votos. Ambos foram libertados ontem, com outros 58 detidos – cujos nomes não foram revelados – pela Polícia no dia 2, sob acusação de ilícitos eleitorais.

    Leia tudo sobre: eleições amtre ampf amcompra de votossidney leite am

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG