Deputado critica compra de votos em Roraima

Para Mecias de Jesus, presidente da Assembleia Legislativa, eleição de Anchieta `não tem legitimidade¿

Ricardo Gomes, Roraima |

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, Mecias de Jesus (PR), afirmou que o governador eleito Anchieta Junior (PSDB) “não possui legitimidade para assumir o cargo. Eu estou convicto. A Polícia Federal (PF) – com a instauração dos inquéritos – e o Ministério Público Eleitoral (MPE), na fase processual, libertarão Roraima da compra de votos.”

Mecias lembrou que a PF apreendeu mais de R$ 2,6 milhões durante a campanha eleitoral em Roraima. E que a apreensão foi divulgada pelo superintendente da Policia Federal Herbert Gasparini à imprensa nacional. “Os culpados serão punidos com rigor de quem usa esta pratica criminosa.”

Práticas ilícitas

“Não resta duvidas que em relação às dezenas de ocorrências comprovadas pela própria imprensa nacional na compra deslavada de votos, na capital e no interior do estado, existem dezenas de indícios de que o governador reeleito utilizou desta pratica ilícita para manipular o resultado das eleições em Roraima,” acrescentou.

Mecias acredita que mais de 20 processos serão impetrados junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) referente aos atos ilícitos denunciados durante as eleições 2010 no Estado. O deputado coordenou a campanha do candidato derrotado Neudo Campos, da coligação “União por Roraima.”
,

    Leia tudo sobre: eleições rrmecias rrneudo rrpf rranchieta rr

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG