Júnior Coimbra, presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, diz que governador não quer ¿tirar eleição¿ de Osvaldo Reis

O presidente da Assembleia Legislativa e candidato a deputado federal Júnior Coimbra (PMDB) afirmou que “não tem nenhum fundamento” a denúncia feita pelo presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), Valtênis Lino, de que o grupo aliado ao governador Carlos Gaguim (PMDB) estaria “comprando colégio eleitoral.”

De acordo com a denúncia, a atitude de Gaguim teria como objetivo “tirar a eleição" do deputado federal Osvaldo Reis (PMDB), presidente do partido e candidato à reeleição. Coimbra garantiu que não tem conhecimento de compra de nenhum colégio eleitoral e que os espaços que hoje ocupa “foram conquistados” ao longo de sua vida.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, o que tem feito na campanha para deputado federal é apenas visitar as bases que já vinham sendo construídas no decorrer dos anos. “Ninguém é dono de colégio eleitoral”, observou. E ressaltou que sua relação com Reis é harmoniosa. “Nunca tive nem quero ter nenhum desconforto com ele”, assegurou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.