DEM suspende convenção, à espera da indicação de novo vice

Candidatura de Alvaro Dias é dada como perdida; partido suspendeu convenção à espera de anúncio

Adriano Ceolin, iG Brasília |

O DEM abriu sua convenção e a suspendeu em seguida para esperar o resultado da reunião ocorrida entre o presidente do partido, deputado Rodrigo Maia (RJ), e o candidato tucano à Presidência da República, José Serra.

Os dois passaram a madrugada reunidos em São Paulo, para discutir quem será o vice na chapa presidencial encabeçada pelo PSDB, já que o DEM vetou o nome do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), indicado inicialmente.

Na convenção nacional do DEM, que seria aberta logo cedo, representantes do partido difundiam a informação de que a candidatura de Alvaro Dias já era coisa do passado e que faltaria apenas acertar o novo nome e fazer um anúncio formal. 

nullDo palco, líderes da legenda chegaram a anunciar que Maia e Serra ainda estariam reunidos em São Paulo, junto com o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra (PE). Só que Guerra está em Brasília e, de acordo com auxiliares de Serra, não há nenhuma reunião em andamento.

Com mais de duas horas e meia de atraso, a convenção foi aberta pelo senador Jayme Campos (DEM-MT). Em seguida, o deputado ACM Neto (DEM-BA) tomou a palavra. “Vamos suspender a convenção até as 13h30. O presidente Rodrigo Maia está em São Paulo para conversar com o candidato José Serra. Vamos esperar o retorno dele a Brasília”, afirmou.

O DEM quer que Serra escolha um integrante do partido como vice ou que o candidato permita aos demistas indicarem um tucano. Entre os cotados estão Valéria Franco (DEM-PA) e o ex-ministro Pimenta da Veiga (PSDB).

*Com colaboração de Nara Alves, iG São Paulo

    Leia tudo sobre: PSDBSerraviceAlvaro DiasDEM

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG