Déda é reeleito com 52% dos votos válidos em Sergipe

Petista teve 52% dos votos válidos, enquanto João Alves Filho ficou com 45%

Agência Estado |

O governador de Sergipe, Marcelo Déda, PT, foi reeleito com 52,07% dos votos válidos, enquanto o seu adversário, o ex-governador João Alves Filho, DEM, obteve 461.577 votos, o que representa 45,21% dos votos válidos.

Mesmo antes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) concluir a apuração, os correligionários de Marcelo Déda, já faziam festa na avenida Barão de Maruim, uma das principais de Aracaju. O governador acompanhou a apuração de sua residência, ao lado da família. Durante a votação, a polícia prendeu alguns eleitores, tanto na capital, como no interior do Estado.

Agentes da Polícia Federal cumpriram dois mandados de busca e apreensão, sendo que uma delas foi na sede do Partido Social Cristão (PSC), na rua vereador Cláudio Silva, no bairro Grageru, na capital. De posse da ordem judicial decretada pela juíza auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Ana Lúcia dos Anjos, que determinava a apreensão de documentos relacionados a abastecimentos de veículos entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro, sete agentes federais, coordenados pela delegada Mônica Horta, cumpriram o primeiro mandado. Dois funcionários do partido prestaram esclarecimentos na Superintendência da PF na condição de testemunhas.

Em Aracaju, policiais militares prenderam Cristiano Santos Conceição, 21, acusado de praticar boca de urna, no bairro Coqueiral, zona norte da capital. No momento da prisão, ele reagiu e teria ameaçado um policial com uma faca.

No município de Areia Branca, a vereadora Acácia Maria Nascimento Souza, PSB, e mais três pessoas, foram detidas pela Polícia Militar (PM), acusadas de fazer boca de urna. Elas foram encaminhadas pela a delegacia da cidade, interrogadas pela delegada Lauana Guedes Carvalho, que lavrou o termo circunstanciado e depois as liberou. Mas a mesma sorte não teve o motorista José Valdson de Rezende, que foi autuado em flagrante por transporte ilegal de passageiros, e foi encaminhado para o xadrez da delegacia de Itabaiana, a 56 quilômetros de Aracaju.

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições seresultado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG