Debate pela TV com principais candidatos quebra escrita em Minas

Pela primeira vez em mais de duas décadas, líder nas pesquisas ao governo mineiro aceita debater com concorrentes

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

De um lado um ex-jornalista com muitos anos de vivência na frente das câmeras, do outro um político e administrador que nunca participou de um debate ao vivo na TV e enfrenta a primeira eleição. Pois é esse o embate que o eleitor mineiro vai poder testemunhar no primeiro debate na TV nessas eleições, promovido pela Band. Os dois principais concorrentes ao cargo, o ex-ministro Hélio Costa (PMDB) e o governador Antônio Anastasia (PSDB), que busca a reeleição, primeiro e segundo colocados nas pesquisas de intenção de votos, confirmaram a presença no debate que acontece nesta quinta-feira (12), a partir das 22 horas com transmissão pela Band Minas e pela  BandNews FM de Belo Horizonte.

O encontro na Band será a estreia em debate televisivo do governador e candidato à reeleição, Antônio Anastasia. Embora esteja há sete anos e meio na administração estadual, desde que Aécio Neves (PSDB) foi eleito governador em 2002, Anastasia concorre à sua primeira eleição majoritária, pois assumiu o governo com a saída justamente de Aécio, que agora disputa uma vaga no Senado. Ainda assim, segundo a assessoria de imprensa do candidato, Anastasia não está fazendo nenhum tipo de preparação especial para o debate pois tem o domínio de todos os temas sobre o Estado e a administração pública.

Também Hélio Costa participa pela primeira vez de um debate ao vivo na televisão. A mídia, entretanto, é velha conhecida do candidato. Hélio é jornalista com experiência de mais de 40 anos com passagens importantes na TV Globo, onde foi correspondente e diretor da emissora em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Segundo informou sua assessoria de imprensa à reportagem do iG, a única preparação está sendo o de “municiar” o candidato com dados e números sobre o desempenho do Estado e a administração pública em Minas.

Quebrando a escrita

Mais do que a estreia de ambos em um debate ao vivo na TV, a realização de um debate televisivo com a participação dos principais candidatos é pouco comum em Minas. Nas eleições de 1998, 2002 e 2006, Itamar Franco (PPS) e Aécio Neves (PSDB), que nessas eleições concorrem ao Senado por Minas, tinham a liderança nas pesquisas de intenção de votos e se recusaram a participar de debates. Ainda assim, ambos foram eleitos para o governo mineiro. Antes deles, Hélio Garcia (então no Partido Progressista), em 1990, e Eduardo Azeredo (PSDB), em 1994, também se recusaram a participar de debates, mas foram eleitos. Hélio Costa é o primeiro candidato líder nas pesquisas a participar, quebrando a escrita.

Além de Costa e Anastasia, têm presença confirmada no debate mais três concorrentes ao governo de Minas - Professor Luiz Carlos (PSOL), o deputado federal José Fernando (PV), Fabinho (PCB) e Edilson Nascimento (PTdo B). Cada um deles aparece apenas com 1% das intenções de votos, segundo pesquisa divulgada pelo Ibope em 30 de julho. A candidata Vanessa Portugal (PSTU) não iria participar do debate por não ter representação no Congresso Nacional (um dos critérios para ser incluído no programa), mas conseguiu liminar na Justiça Eleitoral para garantir sua presença no debate. A Band Minas, entretanto, ainda não confirmou se a candidata estará presente.

Os candidatos serão sabatinados por Ivana Moreira, chefe de redação da BandNews FM, Luis Carlos Bernardes, comentarista político da TV Bandeirantes, Eduardo Costa, repórter da Rádio Itatiaia, Carlos Lindenberg, colunista do jornal "Hoje em Dia", e Teodomiro Braga, diretor de redação do jornal "O Tempo". Além das perguntas dos jornalistas, os candidatos também farão perguntas entre si.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG