Datafolha: Tarso aumenta vantagem em RS e pode vencer no 1° turno

O candidato petista alcançou 54% dos votos válidos na nova pesquisa; Paulo Paim (PT) e Ana Amélia Lemos (PP) lideram para o Senado

iG São Paulo |

O candidato do PT ao governo do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, abriu 22 pontos percentuais de vantagem em relação a José Fogaça (PMDB), segundo a nova pesquisa de intenção de voto do instituto Datafolha.

O ex-ministro da Justiça chegou a 46% das intenções de voto, oscilando dois pontos percentuais em relação à última sondagem, onde aparecia com 44%, segundo o instituto.

Na pesquisa divulgada nesta quinta-feira, Fogaça oscilou de 24% para 23%. A candidata do PSDB e atual governadora do Estado, Yeda Crusius, chegou a 15% da preferência do eleitorado, mas continua na terceira colocação.

A sondagem do Datafolha apurou ainda que 10% dos entrevistados se declaram indecisos, enquanto 3% dos eleitores dizem que optaram pelo voto em branco no dia 03 de outubro.

Com o resultado desta última sondagem, Tarso Genro tem chance de ser eleito ainda no 1° turno, já que soma 54% dos votos válidos.

A sondagem do Datafolha ouviu 1.332 eleitores em 53 cidades do Estado entre os dias 21 e 22 de setembro. A margem de erro do levantamento é de três pontos percentuais, para mais ou para menos e a sondagem foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 31.376/2010.

Senado

Na corrida pelo Senado, Ana Amélia Lemos (PP) e Paulo Paim (PT) lideram a disputa pela duas vagas do Estado. A candidata tem 49% dos votos e Paim 45%. O ex-governador Germano Rigotto (PMDB) está em terceiro lugar com 38%.

Os votos brancos e nulos somam 5% para um das vagas, e 2% para ambas. Indecisos somam 14% para as duas vagas.

    Leia tudo sobre: eleições RSpaimtarsodatafolhapesquisapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG