Datafolha: Sérgio Cabral chega a 60% e Gabeira tem 17%

A vantagem entre o atual governador e seu principal adversário chega a 43 pontos percentuais, segundo levantamento do Datafolha

iG São Paulo |

O candidato do PMDB ao governo do Rio, Sérgio Cabral, ampliou sua vantagem em relação a Fernando Gabeira (PV) e deve vencer as eleições ainda no primeiro turno, segundo a nova pesquisa do instituto Datafolha.

De acordo com o levantamento, Cabral passou de 58% para 60% das intenções de voto no Estado, enquanto o adversário do PV saiu de 18% para 17%.

As oscilações dos dois candidatos estão dentro da margem de erro da pesquisa, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Apesar disso, o governador Sérgio Cabral tem 43 pontos percentuais de diferença entre o principal adversário.

Na terceira colocação da pesquisa aparece Fernando Peregrino (PR), que tem 5%. Ele é seguido por Cyro Garcia (PSTU), que tem 2%, Jeferson Moura (PSOL), também com 2%, e Eduardo Serra (PCB), que somou apenas 1%.

Segundo o Datafolha, os votos brancos e nulos no Estado somam 6% dos eleitores entrevistados e os que se declaram indecisos também são 6% do total.

A coleta de entrevistas do Datafolha foi realizada nos dias 21 e 22 de setembro com 1.297 eleitores de 30 municípios do Estado do Rio. A sondagem foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) e no Tribunal Superior Eleitoral, sob os números 81802/2010 e 31368/2010, respectivamente.

Senado

Na eleição para o Senado no Rio, os candidatos Marcelo Crivella (PRB) e Lindberg Farias (PT) aparecem tecnicamente empatados. De acordo com o Datafolha, Crivella tem 42%42% das intenções de voto e Lindberg aparece com 40%.

Na terceira colocação aparece o ex-prefeito do Rio, César Maia (DEM), que tem 26%, seguido por Jorge Picciani (PMDB) com 20%, Waguinho (PTdoB), com 9%, e Marcelo Cerqueira (PPS), que tem 6% das intenções de voto.

O candidato do PSOL, Milton Temer, somou 5% da preferência dos entrevistados, enquanto Carlos Dias (PTdoB) chegou a 2%. Wladimir Mutt (PCB), Claiton (PSTU) marcam 1% cada um e Heitor (PSTU) não pontuou.

Se a eleição fosse hoje, Crivella e Lindberg seriam eleitos para as duas vagas que o Estado do Rio tem direito no Senado Federal.

    Leia tudo sobre: eleições RJcabralgabeiradatafolhapesquisa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG