Cunhado substitui Rosinha na Prefeitura de Campos

TRE cassou mandato de Rosinha por abuso de poder econômico na eleição de 2008

Agência Estado |

Com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) de cassar o mandato da prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho, por abuso de poder econômico na eleição de 2008, o presidente da Câmara Municipal, vereador Nelson Nahim, assumiu nesta segunda-feira a administração da cidade. Cunhado de Rosinha e irmão do ex-governador do Rio Anthony Garotinho, Nahim fica no cargo interinamente até a Justiça Eleitoral promover novo pleito para definir o novo prefeito de Campos.

O TRE-RJ determinou a cassação de Rosinha e de seu vice, Francisco Arthur de Oliveira, em maio, depois de julgar que eles foram beneficiados por entrevistas e publicações do grupo "O Diário" durante a campanha eleitoral de 2008. Além dos mandatos, a prefeita e o vice ficaram inelegíveis por três anos. A decisão também afetou Garotinho, mas ele já teve recurso deferido no TSE para garantir sua participação na eleição deste ano. Semana passada, o ex-governador surpreendeu e anunciou que vai disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, e não tentará mais voltar ao Palácio Guanabara.

Rosinha já sofreu uma derrota no TSE. Na quinta-feira, o ministro Marcelo Ribeiro negou seguimento a uma ação cautelar em que a prefeita afastada pedia para permanecer no cargo até a análise do recurso especial eleitoral apresentado pelos seus advogados. Beneficiada pelas práticas panfletárias da rádio e do jornal "O Diário", durante a campanha nas eleições 2008. Como Rosinha Garotinho obteve mais de 50% dos votos, o município pode passar por novas eleições. O uso indevido dos meios de comunicação social também levou a Corte a tornar inelegíveis por três anos a prefeita cassada e o pré-candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho, além de três comunicadores da rádio "O Diário".

"Vamos recorrer para tentar reverter a decisão do TSE", explicou Rosely Pessanha, advogada de Rosinha. "A prefeitura está funcionando normalmente. Nenhum secretário saiu. E vamos aguardar a decisão do TSE para esse nosso novo recurso", disse. Depois do anúncio de que Rosinha teria que deixar a prefeitura, manifestantes e aliados do casal Garotinho fizeram protestos pela cidade e chegaram a fechar a rodovia BR-101, que passa pelo município.

    Leia tudo sobre: camposrosinhagarotinho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG