Crimes eleitorais em Rondônia

Foram mais de 300 denúncias neste domingo, conforme o Tribunal Regional Eleitoral. Polícia investiga.

Menezes y Morais, iG Brasília |

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) informou que mais de 300 denuncias de crimes eleitorais foram recebidas neste domingo. As equipes de segurança à disposição da Justiça Eleitoral investigam os casos, em parceria com as policias Federal (PF), Militar (PM), Civil (PC) e Rodoviária Federal (PRF).

A informação é de Lia Maria Araújo Lopes, coordenadora de segurança das eleições do TRE-RO. Ela não revelou detalhes das denúncias. No Estado, cerca de um milhão de eleitores elegem o novo governador – João Cahulla (PPS) ou Confúcio Moura (PMDB) – e o presidente da República, Dilma Rousseff (PT) ou José Serra (PSDB).

Apuração

O TRE espera encerrar apuração até 21h, informando quem é o novo governador. Em Porto Velho, os quase 280 mil eleitores poderão acompanhar a apuração através de dois telões externos instalados no prédio do TRE. Confúcio Moura e João Cahulla votaram nos seus domicílios eleitorais pela manhã. Ambos concederão coletiva à imprensa às 21h.

O juiz eleitoral José Luiz Rolim Sampaio informou que um presidente de seção eleitoral em Porto Velho foi preso esta manhã porque compareceu à seção atrasado e embriagado. Ele não tem antecedentes criminais e deverá ser liberado no final da tarde.

    Leia tudo sobre: eleições rotre rocrimes eleitoraispleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG