'Credibilidade das mulheres, dependerá de Dilma', afirma Roseana

Primeira governadora eleita no Brasil, filha do senador José Sarney comemorou vitória da petista

Wilson Lima, iG Maranhão |

Primeira mulher a ser eleita chefe de um poder executivo estadual no Brasil em 1994, a governadora reeleita do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), comemorou a vitória de Dilma Rousseff (PT) e afirmou que o aumento da credibilidade das mulheres vai depender do que ela fizer no governo federal nos próximos quatro anos.

Em entrevista à rádio Mirante Am, em São Luís, Roseana declarou que a vitória de Dilma representa uma ascensão das mulheres brasileiras a cargos cada vez mais altos. “Vejo com muita alegria porque eu vejo as mulheres em ascensão. Elas são a maioria da nossa população e, pela primeira vez, assume o maior posto do País”, disse Roseana.

A peemedebista ainda acrescentou. “Acredito muito que a Dilma fará um bom governo. Porque a credibilidade, por exemplo, das mulheres vai depender do que ela fizer no governo. Vamos torcer e ajudá-la para que ela faça um grande governo para o Brasileiro”, destacou.

Assim como o pai, José Sarney (PMDB), Roseana também teceu críticas ao ex-candidato José Serra (PSDB). Para a governadora reeleita, com a eleição do tucano alguns projetos como a Refinaria Premium da Petrobras poderiam não ser implementados no Estado. “Acredito que se o outro candidato fosse eleito (José Serra), não viria (investimentos para o Estado) porque ele demonstrou que o Maranhão, para ele, é motivo de chacota. Acredito que a Dilma presidente vai continuar com os programas que o Serra não iria fazer no Maranhão”, disse a governadora maranhense.

Com 99,2% dos votos apurados no Maranhão, Dilma tem 79,1% dos votos no Estado contra 20,9% de José Serra. Por causa dessa votação, Roseana Sarney declarou que já pretende agendar uma visita de Dilma e de Lula ao Maranhão nos próximos meses. “Eu vou convidar. Esse ano ela já esteve duas vezes esse ano e evidentemente que eu vou chamá-la. Vou chamar o Lula também para a gente prestar uma homenagem. O Lula foi um grande presidente. Eu já estou com saudade do Lula”, pontuou a peemedebista.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG