Conselheiro reclama de promotor que acusou Tiririca

Segundo ele, o promotor passou a atacar o candidato pela imprensa depois que a denúncia foi recusada pelo juiz eleitoral

Agência Estado |

selo

O conselheiro Bruno Dantas, do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), protocolou ontem uma reclamação disciplinar contra o promotor de Justiça Maurício Antonio Ribeiro Lopes, que questionou a validade da candidatura do deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca. O promotor entrou com duas representações na Procuradoria Regional Eleitoral, sob a alegação de que Tiririca seria analfabeto, e propôs a realização de teste para aferir os conhecimentos do deputado eleito. Também denunciou Tiririca por suposta falsificação de documentos.

Segundo o CNMP, o promotor passou a atacar o candidato pela imprensa depois que a denúncia foi recusada pelo juiz eleitoral e que os pedidos de reexame da candidatura foram negados pelo corregedor regional eleitoral, sob o argumento de que as condições de elegibilidade de Tiririca já haviam sido apuradas pela Justiça Eleitoral.

Segundo Dantas, esse comportamento é "incompatível com a função ministerial". A reclamação será analisada pela Corregedoria Nacional do MP.

    Leia tudo sobre: eleições sptiriricaCNMP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG