Com apoio da Aeronáutica, Governo do Amazonas envia alimento e medicamento para mais de 40 mil famílias

O Governo do Amazonas enviou hoje seis toneladas de alimentos às cidades atingidas pela seca, com apoio da Aeronáutica. O primeiro destino será Tabatinga, que vai de servir de apoio a Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Iça e Tonantins, localizados no Alto Solimões.
Conforme informação oficial, 29 municípios amazonenses foram atingidos pela estiagem dos rios.

E quase a metade dos 62 municípios do Estado decretaram situação de emergência devido à estiagem dos rios, segundo o Subcomando de Ações de Defesa Civil do Estado. Segundo a assessoria da Defesa Civil, cada cidade irá receber a ajuda, seja de alimentos, medicamentos ou outro bem de consumo, conforme a necessidade.

O envio dos donativos era para ter iniciado na segunda-feira passada, mas por conta das eleições foi transferido para hoje. Ao longo dos próximos dias, outras localidades vão ser beneficiadas. Mais de 40 mil famílias foram afetadas pela seca e 29 municípios já pediram ajuda ao Estado. São eles: Anamã, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Carauari, Iranduba Rio Preto da Eva e São Paulo de Olivença.

Também estão nessa situação os municípios de Santo Antônio do Iça,Tabatinga, Tonantins, Caapiranga, Boca do Acre, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Borba, Alvarães, Coari, Fonte Boa, Jutaí, Tefé, Uarin, Beruri, Manacapuru, Itacoatiara, Barreirinha e Parintins.

De acordo com o Sistema Nacional de Defesa Civil, a situação de emergência é conceituada como anormal, provocada por desastres, causando danos e prejuízos, os quais impliquem o comprometimento parcial da capacidade de resposta do poder público atingido, no caso em questão os municípios.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.