Com Temer, Cabral inaugura obra e oficializa candidatura no Rio

Convenção do PMDB estadual formalizou a aliança entre 16 partidos e apoio à candidatura de Dilma Rousseff à Presidência

Samia Mazzucco, iG Rio de Janeiro |

Acompanhado do deputado peemedebista Michel Temer, candidato a vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff (PT), o governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) inaugurou uma passarela na Rocinha (zona sul) e em seguida homologou sua candidatura à reeleição durante convenção do partido neste domingo (27), no Rio.

Futura Press
O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, inaugura passarela que liga o Complexo Esportivo da Rocinha à favela e é recebido pelos moradores em clima de campanha
Em seu discurso na convenção, Cabral pregou a continuidade de seu governo e a parceria em âmbito federal. “Temos uma candidata que será a primeira mulher presidente da República”, disse, ao se referir a Dilma.

A parceria entre governos também foi o mote do discurso de Temer. “Trago uma mensagem de Dilma: se formos eleitos, vamos continuar a parceria firmada entre este governo e o do presidente Lula, que fez tanto pelo Rio.” O deputado também disse ter “absoluta certeza e convicção profunda” de que o governador será reeleito no primeiro turno

Em clima de campanha, Cabral prometeu ampliar o número de unidades de polícias pacificadoras (UPPs) e intensificar a política de segurança pública. Apesar da exaltação do governador ao citar Temer durante sua fala, a plateia não se entusiasmou com a presença do postulante a vice-presidente.

Cabral também citou e agradeceu o apoio de seu vice-governador, Luiz Fernando Pezão, com quem manterá a parceria na chapa.

Representando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse ver o vice como “a pessoa com a qual Cabral tem a tranquilidade de entregar as obras ( para gerir )”. Pezão também exerceu a função de secretário de Obras durante o governo. “O Pezão é mais ou menos a Dilma do Cabral”, afirmou o ministro.

O ministro Márcio Fortes (Cidades) e o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), também compareceram ao evento.

Alianças

No total, a coligação de apoio a Cabral, batizada de “Estamos Juntos”, tem 16 partidos (PSL, PHS, PRTB, PSB, PP, PTN, PCB, PDT, PMN, PSC, PTS, PSDC, PCdoB, PRP, PTC e PT). A ampla base deve garantir dez minutos de propaganda gratuita no rádio e na TV. A aliança, porém, vale apenas para as candidatura majoritárias (governo estadual, federal e Senado).

Nas candidaturas proporcionais, o partido terá sozinho 105 concorrentes a deputado estadual e, coligado apenas com PSC e PP, 92 postulantes a deputado federal.

Os candidatos ao Senado pela aliança, o petista Lindberg Farias e o presidente do PMDB no Estado Jorge Picciani, que teriam divergências entre si, demonstraram apoio um ao outro em seus discursos.

AE
Vista da Passarela da Rocinha, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro
“Desde a primeira campanha de Lindberg eu o apoio, temos uma aliança de tempos. Evidentemente, elas precisam amadurecer”, afirmou Picciani. Já Lindberg pediu que os militantes elegessem “Dilma, Cabral e Picciani”.

Inauguração

Momentos antes da convenção, Cabral inaugurou uma passarela na Rocinha, zona sul do Rio. A obra, que custou R$ 15 milhões e foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, é parte de um conjunto de construções feitas na comunidade com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. A passarela, de 60 metros de extensão, é adornada com um sugestivo arco inspirado nas curvas femininas.

Antes da chegada do governador, moradores da comunidade conhecida como Laboriaux protestaram contra a remoção de 840 famílias e pediram a reabertura da Escola Municipal Abelardo Chacrinha Barbosa, que está fechada desde a enchente de abril.

Uma moradora cadeirante reclamou da dificuldade de acesso à passarela para deficientes físicos, por causa de um degrau. A Empresa de Obras Públicas prometeu resolver o problema na segunda-feira.

Cabral e Temer foram aos eventos em uma van, acompanhados por carros da segurança oficial do governador. A agenda de Cabral inclui a inauguração de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em Angra dos Reis e de unidades habitacionais em Manguinhos, no Rio, nesta segunda-feira (28).

Segundo o iG informou , a procuradora regional eleitoral Silvana Batini instaurou um procedimento no último dia 14 para investigar se Cabral faz propaganda antecipada ou usa a máquina pública para se promover.

*Com AE

    Leia tudo sobre: PMDBRioCabralTemerconvenção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG