Colombo tenta acalmar ânimos tucanos e peemedebistas

Candidato do DEM ao governo de Santa Catarina conversa com representantes de PSDB e PMDB para manter aliança com Moreira

Gabriel Costa, iG Brasília |

O senador Raimundo Colombo, pré-candidato do Democratas ao governo de Santa Catarina, visitou na tarde desta quarta-feira os 12 deputados do PMDB na Assembleia Legislativa do estado, após não ter conseguido chegar a tempo para o almoço marcado com a bancada peemedebista. As conversas giraram em torno da retirada da pré-candidatura ao governo do presidente estadual do partido, Eduardo Pinho Moreira, que decidiu se lançar como vice de Colombo.

“Nós estamos dialogando e convergindo para fortalecer nossa aliança”, disse Colombo ao iG , negando ter percebido qualquer pressão ou antagonismo por parte dos integrantes da bancada do PMDB. “Estou sendo recebido com compreensão e boa vontade.”

Mais cedo, os deputados do PMDB discutiram a questão em busca de um consenso a ser levado à reunião da executiva estadual do partido nesta quinta-feira, dia 17, data estabelecida pela executiva nacional do partido como limite para que o diretório catarinense encontre uma solução para a aliança. O acordo desagradou a grande parte da legenda, incluindo seu presidente nacional e vice na chapa do PT à Presidência, deputado Michel Temer.

Às 19h, ainda nesta quarta-feira, Colombo tem reunião marcada com a comissão especial do PSDB liderada pelo presidente estadual em exercício do partido, Beto Martins. O grupo também inclui os prefeitos de Criciúma, Clésio Salvaro – que não deve participar do encontro –, e de Caçador, Saulo Sperotto, e o presidente de honra do partido, Dalírio Beber, e foi formado após o anúncio da retirada da candidatura de Moreira, na última segunda, dia 14.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG