Coligação de Cid Gomes é reduzida a mais da metade

Com sete partidos na coligação, candidato poderá usar imagem do presidente Lula e da candidata petista Dilma Rousseff

Lauriberto Braga, iG Ceará |

A determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que limita a participação de candidatos a presidente nos programas eleitorais regionais prejudicou a composição “Por um Ceará melhor para todos”, coligação formada para a reeleição do atual governador do Ceará, Cid Gomes (PSB). A Justiça Eleitoral acaba de determinar a saída de nove partidos da aliança. De 16, ficam sete.

Cid apoia a candidatura da presidenciável do PT, Dilma Rousseff. Pela nova composição, a coligação passa a ser PSB, PMDB, PT, PDT, PSC, PCdoB e PRB. Todos apoiando Dilma nacionalmente. PHS, PSL, PTN, PTdoB, PTB, PRTB, PMN, PP e PSDC que têm candidatos próprios ou não apoiam Dilma Rousseff deixam a aliança.

A ausência dos nove partidos vai permitir a Cid usar a imagem e a voz do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma na propaganda eleitoral gratuita de rádio e televisão no Ceará.

    Leia tudo sobre: Cid GomesCearácampanhaTSE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG