Programa de três horas exibido por emissora local foi considerado morno, com pouco detalhamento das propostas de governo

Aconteceu hoje o primeiro debate entre os sete candidatos a governador do Ceará, exibido por quase três horas pela TV União. Sem detalhamento de propostas, o programa foi considerado morno e os candidatos limitaram-se a questões superficiais, pouco citando os presidenciáveis de suas respectivas coligações. 

No primeiro bloco os candidatos responderam a perguntas sobre temas escolhidos por apresentadores da emissora. No segundo, responderam às questões de representantes da Sociedade Civil convidados pela produção. Somente no terceiro bloco o debate esquentou um pouco, ficando polarizado entre o governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição; e Marcos Cals (PSDB).

Cals fez pergunta para Cid sobre Segurança Pública, fazendo o governador partir para a defensiva, reconhecendo que a questão de homicídios é um grande problema. "Por isso estamos criando a Divisão de Homicídios", disse.

Também participaram Marcelo Silva (PV), Lúcio Alcântara (PR), Francisco Gonzaga (PSTU), Maria Natividade (PCB) e Soraya Tupinambá (PSOL). No quarto e último bloco os candidatos fizeram suas considerações finais. Com exceção de Cid Gomes, todos confirmaram presença no segundo debate da TV União marcado para 27 de setembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.