Tribunal regional pernambucano diz que serviço já foi normalizado nas cidades afetadas pelas enchentes no Estado

selo

Todos os cartórios eleitorais das cidades afetadas pelas enchentes em Pernambuco já estão funcionando, segundo informou hoje presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), Roberto Ferreira Lins. A única exceção é o município de Palmares, um dos mais atingidos pelas águas em junho, onde o cartório eleitoral deve ser reaberto apenas na próxima semana.

"Não faltará título para quem procurar os cartórios", disse Lins, otimista quanto à realização das eleições na área devastada. O que pode haver, segundo ele, é desmotivação por parte de quem perdeu tudo nas enchentes, está desabrigado ou desalojado e não tenha interesse em procurar o cartório para receber um novo título. "Só poderemos avaliar isto mais para a frente".

Uma comissão criada pelo TRE no Estado para enfrentar as dificuldades provocadas pelas chuvas está encarregada de identificar locais de votação para substituir os que foram destruídos e contratar técnicos para vistoriar a rede elétrica.

"Estamos tomando todas as providências e, mesmo na hipótese de faltar energia elétrica em algum local, vamos ter a alternativa de utilizar barracas do Exército para a realização da votação", afirmou. Ele encaminhou para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um relatório sobre a situação da área e a solicitação de recursos suplementares no valor de R$ 980 mil para a efetivação das medidas necessárias até à eleição. "Temos 68 dias", lembrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.