Programas de Jackson Lago e Roseana Sarney trazem críticas sobre falta de coerência política de ambos

O passado político tem sido o alvo das novas trocas de acusações entre Jackson Lago (PDT) e Roseana Sarney (PMDB) na disputa pelo governo do Estado do Maranhão. Nas mais recentes chamadas em rádio e televisão, a campanha peemedebista alega que o pedetista não possui coerência política; a campanha do ex-governador do Estado, faz essa mesma acusação contra a filha do senador José Sarney (PMDB).

Nos programas de televisão, a coligação “O Maranhão não pode parar”, de Roseana, tem exibido uma foto da governadora ao lado de Jackson Lago, feita na década de 90, seguida de um texto com a afirmação: “Jackson Lago admirava Roseana”.

Como uma espécie de resposta, a coligação “O povo é maior”, do pedetista, exibiu imagens da governadora ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) com a afirmação. “Hoje, ela está com Lula, mas nem sempre foi assim”, em referência ao apoio do PT à candidatura da governadora do Maranhão.

Lago também tem reproduzido em alguns programas promessas feitas por Roseana em campanhas anteriores. Em uma deles, a campanha do pedetista extrai a seguinte frase dita pela candidata durante as eleições de 1994, primeira vencida pela governadora do Maranhão: “Eu vou fazer uma revolução na educação do Estado”. Em seguida, a coligação “O povo é maior” reproduz exatamente a mesma frase dita em uma das entrevistas concedidas pela governadora na campanha eleitoral desse ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.