Candidatos se despedem da propaganda eleitoral

Gabeira insere imagens de Marina e Serra em seu programa; Cabral recorre a tom emocional e diz que reeleição é 'sonho possível'

Manuela Andreoni, iG Rio de Janeiro |

De acordo com a legislação eleitoral, o horário gratuito para que os candidatos ao governo do Rio de Janeiro convençam os eleitores sobre suas propostas termina nesta quarta-feira (29). A despedida está marcada para a segunda edição dos programas, à noite. Na penúltima inserção, candidatos investiram no apelo final em busca de votos para suas candidaturas.

Em busca do segundo turno, Fernando Gabeira (PV) inseriu mensagens dos dois candidatos à Presidência que o apoiam, Marina Silva (PV) e José Serra. “Tenho pedido mais tempo para refletirmos sobre as eleições no Rio de Janeiro”, disse Gabeira, que voltou a usar a canção “Oração ao Tempo”, de Caetano Veloso, um dos apoiadores de sua candidatura. Gabeira ainda fez uma retrospectiva de programas passados e voltou a destacar imagens de um tiroteio em São Conrado , na zona sul da cidade.

Já o governador Sérgio Cabral mostrou-se emocionado no vídeo, com direito a muitos closes seus com os olhos mareados. O peemedebista projetou uma imagem do Rio em 2014 em que promete todas as favelas livres do tráfico armado. “Não é utopia, vamos pacificar todas as comunidades do Rio”, afirma o governador. "A reeleição é um sonho possível", finalizou Cabral, que ainda citou seus projetos para saúde, cursos profissionalizantes e mais parceria com o governo federal.

Em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de votos, Fernando Peregrino (PR) concentrou suas críticas na impresa. “Os meios de comunicação querem escolher quem vai ganhar a eleição. Eu sou o único voto de mudança”, afirmou.

Jefferson Moura (PSOL) dedicou o espaço para pedir votos a candidatos de sua legenda. “Nos ajude a eleger Chico Alencar deputado federal. Nos ajude a eleger Marcelo Freixo deputado estadual”, pediu Moura.

Cyro Garcia (PSTU) repetiu a fórmula. “Vote nos deputados do PSTU”, apelou.

Já o candidato do PCB, Eduardo Serra, se despediu das eleições e convocou uma “união das forças de esquerda.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG