Candidatos mudam estratégia de campanha em Roraima

Neudo usa horário eleitoral para criticar Anchieta, para quem `é melhor discutir ideias¿. Ambos disputam o governo

Willame Sousa, iG Roraima |

O candidato a governador de Roraima Neudo Campos (PP) mudou a estratégia utilizada na propaganda eleitoral gratuita. Na segunda e na quarta-feiras, ele utilizou o programa para criticar seu principal adversário, o governador e candidato à reeleição Anchieta Junior (PSDB), da coligação “União por Roraima.” Campos disputa pela coligação “Pra Roraima Voltar a Ser Feliz.”

Os dois polarizam as eleições ao governo no Estado. Neudo afirmou que Anchieta “não investiu em geração de emprego” nos dois anos que administrou o Estado. Ele ocupou o cargo após a morte de Ottomar Pinto, em 2007. As greves recentes envolvendo profissionais da saúde, educação e segurança, também foram criticadas pelo candidato do PP.

Em reunião realizada na noite de ontem, no bairro Centenário, Zona Oeste de Boa Vista, Anchieta citou os “ataques” e afirmou que não usará a mesma tática. Para ele, o importante “é mostrar propostas.” Na propaganda eleitoral gratuita exibida também na noite de ontem, os primeiros segundos foram utilizados para informar que “ataques” ao adversário não serão usados.

Enquanto isto, Petrônio Araújo (PHS) e Robert Dagon (PSol) – eles também disputam o governo de Roraima – seguem realizando pequenas reuniões em Boa Vista, capital. Na propaganda eleitoral, Araújo falou da necessidade de investir no ensino fundamental, médio, técnico e superior.Dagon também seguiu linha semelhante e a educação foi o tema na quarta-feira.

Para ele, é fundamental discutir “distorções” salariais com sindicatos de professores e dar "mais transparência" ao uso dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG