Candidatos à Presidência disputam voto a voto em Minas

Segundo colégio eleitoral do país, estado pode ser palco do último ato das campanhas petista e tucana

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

De olho nos mais de 14,5 milhões de eleitores, as coordenações das campanhas dos candidatos à Presidência Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) em Minas Gerais revelam que nesta última semana antes da votação, que acontece domingo (31), irão focar o discurso em torno de antigas reivindicações dos mineiros.

Panfletos e cartas-compromisso abordando temas como a duplicação da BR-381, extensão do metrô de Belo Horizonte, obras na BR-040 e ampliação do aeroporto de Confins serão distribuídos por petistas e tucanos em todas as regiões. Segundo maior colégio eleitoral do país, Minas pode ser o palco do último ato da campanha dos dois concorrentes. Mesmo que os candidatos não estejam presentes, é certo que haverá caminhadas de tucanos e de petistas na capital no sábado.

José Serra deve ir a Montes Claros, no norte de Minas, na quinta-feira (28), região onde teve seu pior desempenho no primeiro turno no estado com 21% dos votos. No mesmo dia, Serra visita Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O candidato tucano ainda pode voltar no sábado a Belo Horizonte, onde encerraria suas viagens de campanha.

Dilma Roussef também pode ir a Montes Claros pelo motivo contrário do tucano. A cidade foi onde a petista obteve seu melhor desempenho no estado no primeiro turno, com 65% dos votos. Além disso, a coordenação da campanha da petista também diz que Dilma pode voltar a capital mineira, sua cidade natal para encerrar a campanha eleitoral.

Na disputa pelos mais de 14,5 milhões de eleitores do estado, os dois lados se esforçam para mostrar proximidade de suas trajetórias pessoais e políticas com a história de Minas. Petistas adotam o discurso de que “Dilma é Minas na Presidência”. "Nossa estratégia é mobilizar, 24 horas por dia, frentes para dialogar com os religiosos, a juventude, prefeitos, sindicatos, mulheres, entre outros importantes segmentos da sociedade. Estamos realizando mais de mil atividades diariamente", afirma Reginaldo Lopes, presidente do PT mineiro e coordenador da campanha de Dilma no estado.

José Serra promete ser “o mais mineiro dos paulistas” se chegar ao Palácio do Planalto. O candidato tucano também tem reforçado sua identidade política com os senadores eleitos Aécio Neves (PSDB) e Itamar Franco (PPS), e o governador reeleito Antonio Anastasia (PSDB), tidos como importantes puxadores de votos para o candidato. O trio, que saiu vitorioso no primeiro turno das eleições, vai intensificar viagens pelo interior e até fora do estado. Anastasia vai a Varginha, no sul de Minas, e Divinópolis, no centro-oeste. “Vamos fortalecer a mobilização nos municípios, aproveitando esta onda crescente”, diz Rodrigo de Castro (PSDB), deputado federal e um dos coordenadores da campanha de Serra em Minas.

    Leia tudo sobre: Eleições MGPleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG