Candidato quer trocar emissora que transmite horário gratuito

No Maranhão, problemas de áudio atrapalham a propaganda eleitoral de Flávio Dino, que pede mudança

Wilson Lima, iG Maranhão |

O candidato ao governo do Estado, Flávio Dino (PcdoB), vai pedir à Justiça Eleitoral do Maranhão para que ocorra a mudança da emissora transmissora do horário político de televisão. Ontem, por problemas técnicos, os programas de Dino, de Jackson Lago, e de outros candidatos foram exibidos com problemas no áudio. Por sorteio feito pela Justiça Eleitoral, a TV Cidade é a responsável pela transmissão do programa eleitoral no Maranhão. Essa é a primeira vez que a propaganda eleitoral na televisão não é gerada pela TV Mirante, emissora do grupo de comunicação da família Sarney.

O advogado da coligação Muda Maranhão, Carlos Eduardo Lula, afirmou que pediu uma investigação da Polícia Federal no episódio e uma forma de reprisar o programa do candidato comunista. "Diante de tantos problemas técnicos que vêm ocorrendo não vimos outra alternativa senão recorrer à Justiça Eleitoral para a realização de um novo sorteio", explicou o advogado em nota divulgada hoje pelo partido.

A produtora responsável pela produção do programa de Dino informou que o material encaminhado à TV Cidade foi testado antes e não apresentou qualquer tipo de problema. A TV Cidade informou que a alteração no áudio nos programas de alguns candidatos ocorreu por uma pane no gerador de energia da emissora.

Já Flávio Dino, no twitter, lamentou o episódio insinuando que os problemas técnicos foram frutos de ações deliberadas da própria TV Cidade. "Continuam lançando mão de métodos antigos para ganhar a eleição à força", disse Dino. A direção da TV Cidade alegou que não teve a intenção de prejudicar qualquer um dos candidatos ao governo do Estado do Maranhão.

    Leia tudo sobre: eleições maflávio dinopropaganda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG