Candidato do PSTU quer "estatizar sistema financeiro"

José Maria disputa a Presidência da República pela terceira vez. Terá como vice Cláudia Durans, também do PSTU

iG Brasília |

Com propostas como estatização do sistema financeiro e congelamento de preços, o técnico em mecânica José Maria de Almeida registrou sua candidatura à Presidência da República pelo PSTU. Terá como vice Cláudia Durans, também do PSTU. Juntos pretendem gastar até R$ 300 mil. O número da dupla será 16, cujo slogan no passado foi “contra burguês vote 16”.

Ex-dirigente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), José Maria intitulou suas propostas como “Carta-Programa”. Ele propõe o que chama de “segunda independência do Brasil”. Além de defender a estatização do sistema financeiro e congelamento de preços, propõe o rompimento com o FMI (Fundo Monetário Internacional).

É a terceira vez que José Maria disputa a Presidência da República. Ele foi candidato em 1998 e 2002. Em ambas fracassou.

    Leia tudo sobre: PSTUpropostascandidatopresidente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG