Candidato do PSOL ao governo do Rio diz que foi vítima de hacker

Além do site para divulgar a campanha de Jefferson Moura, página oficial da legenda também foi atacada

Flávia Salme, iG Rio de Janeiro |

Reprodução
Imagem que aparece ao digitar o endereço virtual da campanha de Jefferson Moura ao governo do Rio
O candidato do PSOL ao governo do Rio de Janeiro, Jefferson Moura, afirmou neste domingo (19) que o site de sua campanha foi atacado por hackers. De acordo com o candidato, a página oficial do seu partido também foi atingida.

Ao digitar o endereço da campanha de Moura na internet ( www.jeffersonmoura.com.br ), aparece uma tela preta com a imagem de um olho estilizado no centro da página e a seguinte mensagem "Hacked by Q8 H4x0r". Ao procurar o site do PSOL( www.psolrj.org.br ), o internauta era redirecionado para a página de uma pousada em Aracaju (SE).

Em comunicado distribuído à imprensa, Jefferson Moura disse que a ação de heckers foi "uma violência" à sua campanha e informou que equipes responsáveis estavam providenciando a normalização do serviço. 

“Enfrentamos todas as limitações nesta campanha. Da escassez de recursos à asfixia dos grandes veículos de comunicação, que privilegiam as grandes estruturas partidárias. Enfrentamos um candidato que é governador e faz uma campanha milionária, além de gastar mais de R$ 400 milhões em propaganda oficial. Então, temos na internet um meio para expormos nossas ideias e falarmos com a população. Essa invasão é uma violência, mas vamos neutralizá-la e manteremos nosso canal de comunicação.”, afirmou, em nota oficial.

Nas últimas pesquisas eleitorais, divulgadas semana passada pelos institutos Ibobe e Datafolha , Moura apareceu na lanterna da corrida ao Palácio Guanabara, com 1% das intenções de voto.

O candidato participou neste domingo da da III Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, na praia de Copacabana

    Leia tudo sobre: eleições RJjefferson mourahackers

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG