Candidata comemora proliferação das 'Casas de Marina'

Na periferia da capital pernambucana, presidenciável do PV recebe apoio de comunidades carentes, com quem diz identificar-se

Ana Carolina Dias, iG Pernambuco |

Com muitos seguidores, a presidenciável Marina Silva (PV) conseguiu muito apoio dos moradores da comunidade do Coque, situada na Ilha Joana Bezerra, localizada na periferia do Recife. A candidata, além de discursar numa escola da região, ainda inaugurou mais uma Casa de Marina, comitê informal que tem sido uma das marcas de sua campanha.

Thaisa Lisboa, iG Pernambuco
A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, durante visita ao Recife (PE), neste sábado (31)
Para o morador de uma das casas de Marina, Joel Gomes da Silva, é com muito orgulho que coloca em sua porta o número, nome e cartaz da candidata. “Gosto muito de dela. Ela se preocupa com o que precisamos. Faço da minha casa mais uma Casa de Marina por que acredito no que ela diz”, completa. Outra moradora, Rosilda Prazeres Gomes, comentou que Marina foi a primeira candidata a aparecer na comunidade do Coque.

Marina Silva disse "saber bem" o que as pessoas das comunidades carentes passam. “Já morei em casas como essas. Casas sem nenhuma estrutura e em ruas sem saneamento. Fico feliz em ser tão bem recebida e encontrar várias casas com meu nome. Por isso, sabendo o quem eles passam, quero mudar a situação que vive”, comentou Marina.

A presidenciável comentou ainda sobre os temas polêmicos recorrentes na campanha deste ano: “Já falei muito sobre células-tronco, casamentos gays e legalização da maconha. Porém, acredito que a situação que essas pessoas passam é mais emergencial em ser discutido. Se não houver discussão e propostas sobre esses aspectos, elas continuarão esquecidas, e isso eu não quero”.

    Leia tudo sobre: eleiçõesmarinapernambuco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG